$(
Select Page

DIAGNÓSTICO PRÉ-NATAL

RASTREIO COMBINADO DO 1º TRIMESTRE
A ecografia do 1º Trimestre realiza-se entre as 11 semanas e as 13 semanas e 6 dias.
Esta ecografia tem por objectivo datar a gravidez, determinar a data provável do parto, excluir malformações dos principais órgãos e realizar o rastreio combinado do 1º trimestre para a Trissomia 21 (ou Síndrome de Down), 18 e 13.

O rastreio combinado do 1º Trimestre inclui:

  • Idade da grávida, uma vez que o risco de ter um bebé com Trissomia 21, 18 ou 13 aumenta à medida que a idade da grávida aumenta
  • Marcadores ecográficos, nomeadamente a translucência da nuca, osso do nariz, ductus venoso e doppler da válvula tricúspide
  • Análises ao sangue materno

O rastreio combinado permite estimar a probabilidade do bebé ter Trissomia 21 (ou Síndrome de Down), Trissomia 18 ou Trissomia 13 com um grau de certeza de cerca de 95%.

ECOGRAFIA MORFOLÓGICA

A ecografia morfológica é realizada entre as 20 e as 24 semanas de gravidez.
Nesta altura o feto já tem uma dimensão que permite avaliar com rigor a sua anatomia, pelo que esta ecografia tem como objetivo principal detectar malformações congénitas. Nesta ecografia é também confirmado o crescimento adequado do feto, o sexo do feto, a posição da placenta, o volume de líquido amniótico, as artérias uterinas e o tamanho do colo do útero.

ECOGRAFIA DE DESENVOLVIMENTO

A ecografia de desenvolvimento realiza-se no 3º trimestre, habitualmente às 32 semanas de gravidez.
Na ecografia de desenvolvimento é avaliado o crescimento do feto, serão revistos os principais órgãos e sistemas, a posição da placenta, o volume de líquido amniótico, as artérias do feto e o tamanho do colo do útero.