$(
Select Page

PSICOLOGIA

Psicologia é a ciência que estuda o comportamento e os processos mentais. O psicólogo é o profissional que procura compreender o comportamento e o pensamento das pessoas que possuem algum tipo de problema ou distúrbio psicológico. A resolução dos problemas psicológicos significa uma situação melhor de relacionamento com a sociedade, família e consigo mesmo. Nas crianças/jovens, a intervenção psicológica incide nos problemas/ distúrbios que por vezes surgem no decurso do desenvolvimento e que poderão ter consequências na vida adulta do indivíduo.

PSICOLOGIA CLÍNICA    |    PSICOLOGIA EDUCACIONAL

AVALIAÇÃO MENTAL DO DESENVOLVIMENTO MENTAL COM AS ESCALAS DE RITH GRIFFITHS

ORIENTAÇÃO ESCOLAR E VOCACIONAL

PSICOLOGIA CLÍNICA


A psicologia clínica é uma profissão que engloba a avaliação psicológica, o aconselhamento, a orientação vocacional e a psicoterapia. É comum a psicoterapia com crianças ser breve por estarem em constante mudança e precisarem apenas de um apoio para ultrapassar determinado acontecimento das suas vidas, facilitando assim o desenvolvimento psíquico de forma harmoniosa. Noutros casos em que existe um diagnóstico de uma perturbação grave, o acompanhamento deverá ser prolongado.

SINAIS DE ALERTA


O seu filho/a tem andado muito triste.

Não se consegue concentrar nas aulas.

Os professores queixam-se que ele “não consegue parar quieto”.

Os resultados escolares que tem obtido não correspondem às capacidades que parece ter.

Aparenta ter uma baixa auto-estima.

Tem muita dificuldade em respeitar as regras, em casa e/ou na escola.

A sua família está a passar por uma fase complicada, que pensa que poderá estar a afetar a criança/jovem.

ACOMPANHAMENTO


Uma vez terminada a avaliação, poder-se-á revelar pertinente prosseguir para um acompanhamento psicológico da criança/jovem, no sentido de ajudá-la a superar determinadas dificuldades, contribuindo para a promoção de um desenvolvimento harmonioso. Nas crianças e jovens, a intervenção é realizada de forma lúdica, através de jogos e atividades que lhes sejam agradáveis ao mesmo tempo que permitem trabalhar as áreas/questões necessárias.

PSICOLOGIA EDUCACIONAL


O psicólogo educacional estuda os pensamentos e ações envolvidos nos momentos de ensino ou aprendizagem, que ocorrem em ambientes de educação formal ou informal. Neste sentido, a atuação do psicólogo educacional tem como objetivo a potenciação de aprendizagens e a eliminação das barreiras a esta. Atualmente reconhece-se que o psicólogo educacional investiga e intervem ao nível da cognição, aprendizagem, motivação, das diferenças individuais, mensuração das competências e capacidades humanas, do currículo, entre outros. O papel e funções do psicólogo educacional são inseparáveis do seu contexto de atuação. Este poderá atuar em contextos de educação formal e informal; de grupo ou individuais, centrados no indivíduo ou no sistema.

AVALIAÇÃO


As crianças/jovens têm uma forma própria de exprimir as suas dificuldades e emoções, não o fazendo da mesma forma que um adulto.

Assim, o processo de avaliação psicológica reveste-se aqui de uma importância fundamental, sendo o seu objetivo principal usar técnicas que permitem compreender o funcionamento psicológico da criança/jovem (avaliando o seu estado cognitivo e emocional), que ajudem a perceber um problema específico ou um mal-estar atualmente existente.

CORPO CLÍNICO
DRA. CATY PINTO DOS SANTOS

Especialidade | Psicóloga Clínica

Áreas de Diferenciação | Psicoterapia Cognitivo-Comportamental na Infância e Adolescência, Orientação escolar e vocacional, Intervenção psicológica em contexto escolar, Avaliação do Desenvolvimento Mental com as Escalas de Ruth Griffiths

Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses – cédula n.º 16097


FORMAÇÃO
Licenciada em Psicologia – Variante Psicologia Clínica Cognitivo-Comportamental, Cognitiva e Sistémica (Pré-bolonha).
Pós-Graduada em Intervenção Psicológica em Contexto Escolar.
Pós-Graduada em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental na Infância e Adolescência.
Formada em Perturbações da Ansiedade – Diagnóstico e Intervenção.
Formada em Intervenção com Alunos com Perturbações do Espetro do Autismo: organização de atividades e construção de materiais.
Formada em WISC-III: Escala de Inteligência de Wechsler para Crianças.
Curso Avançado de Dislexia.
Curso Prático em Orientação Vocacional.
Curso de Formação em Hiperatividade e Défice de Atenção – Avaliação Psicológica em crianças.
Curso de Formação em Metodologias práticas de intervenção Snoezelen na criança com necessidades educativas especiais.
Utilizadora certificada e reconhecida pela ARICD (Association for Research in Infant and Child Development) das Escalas de Desenvolvimento Mental de Ruth Griffiths.
Certificado de Aptidão Profissional de Formadora.
Realização de Supervisão Clínica, na vertente cognitivo-comportamental e integrativa, desde janeiro 2013.
Curso de Formação Inicial da Ordem dos Psicólogos Portugueses. 


RESUMO DA CARREIRA PROFISSIONAL
2005 Colaborou no projeto: Criação e construção de material lúdico e terapêutico (para avaliação e intervenção psicológica), aplicado junto das crianças vítimas do tsunami no Sri Lanka (em missão humanitária do CeFIPsi).
2005-2006 Psicóloga estagiária no Centro Comunitário de Vialonga.
2006-2007 Psicóloga estagiária no Lar de Acolhimento de Crianças e Jovens e.m Risco S. Francisco de Assis da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa.
2009-2010 Psicóloga voluntária no “Projeto 49”.
2009 a 2016 Psicóloga Clínica na Associação Infante de Sagres. Desde 2009: Psicóloga Clínica em contexto particular.

DRA. MADALENA FERREIRA DE LIMA

Especialidade | Psicologa Educacional

Áreas de Diferenciação | Crianças e Jovens

Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses – cédula n.º 14520.


FORMAÇÃO
Licenciada em Psicologia – Especialização em Psicologia Social e das Organizações.
Mestrada em Psicologia Educacional.
Utilizadora certificada e reconhecida pela ARICD (Association for Research in Infant and Child Development) das Escalas de Desenvolvimento Mental de Ruth Griffiths.
Certificado de Aptidão Profissional de Formadora.


RESUMO DA CARREIRA PROFISSIONAL
2011-2012 Colaborou no projeto com o objectivo de acompanhar crianças desfavorecidas em relação à aquisição da linguagem escrita de modo a que estas conseguissem recuperar e acompanhar os colegas de sala de aula.
2005-2013 Psicóloga Social e das Empresas.
2015-2016 Psicóloga Educacional na Associação / Colégio Infante de Sagres.

DRA. FRANCISCA CASTRO

Especialidade | Psicologa Clínica

Áreas de Diferenciação | Crianças e Jovens

DRA. SARA CARVALHAL
Especialidade | Psicóloga Clínica Áreas de Diferenciação | Adultos Membro Efectivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, Cédula Profissional nº11627


FORMAÇÃO Licenciada em Psicologia Clínica, vertente Dinâmica e Sistémica (pré-Bolonha). Pós-Graduada em Psicoterapia da Criança e do Adolescente, com trabalho final sobre Identificação ao Agressor. Mestre em Psicologia da Saúde e da Família, trabalho realizado e publicado sobre metodologia Photovoice (Strengthening Vulnerable Families pela editora Nova Science Publishers, Nova Iorque 2008). Certificado de Competências Pedagógicas do formador (antigo CAP). Acreditada enquanto formadora pelo Ministério da Educação nas áreas de Concepção eGestão de Projectos, Educação para a Saúde e Orientação Vocacional. Supervisão Clínica. Consultora de projectos de intervenção comunitária e desenvolvimento local: territóriosvulneráveis, famílias multidesafiantes e interculturalidade.


EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Desde 2005 Psicóloga Clínica de Crianças, Adolescentes e Adultos: Avaliação Psicológica, Diagnóstico Clínico, Orientação Vocacional e Profissional. 2006-2010 Psicóloga Clínica no Parque de Nómadas (actual Centro de Estágio Habitacional de Coimbra) e no Projecto “Coimbra, Cidade de Todos” da Iniciativa Comunitária EQUAL, na Associação Fernão Mendes Pinto. 2010-2011 Psicóloga Clínica no Projecto “Animar o Bairro” do Contrato Local de Desenvolvimento Social de Vila Franca de Xira, na Animar – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local. 2011-2012 Psicóloga Clínica no Projecto “Psicoterapia nas Escolas”. 2012 Psicóloga Clínica no projecto “Porta Aberta” na Escola Secundária de Amora. 2012 a 2015 Psicóloga Clínica no projecto “Há Escolhas no Bairro” e “Há Escolhas no Bairro – E5G” do Programa Escolhas, na Associação Mediar. Desde 2012 Formadora na área Comportamental, Soft Skills, Empreendedorismo, Estratégias e Metodologias de Intervenção. Desde 2014 Co-fundadora e consultora na Glocaldecide – Associação para a Democracia, A Cidadania e O Desenvolvimento.

AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO
COM AS ESCALAS DE DESENVOLVIMENTO
MENTAL DE GRIFFITHS

As Escalas de Desenvolvimento Mental de Griffiths têm o objectivo de compreender o desenvolvimento psicomotor global da criança e as aquisições realizadas nas áreas mais importantes do seu desenvolvimento:
Locomoção | Permite avaliar a motricidade global da criança, incluindo o equilíbrio, a coordenação e o controlo dos movimentos;
Autonomia/Socialização | Avalia as competências da criança na realização de actividades da vida diária, o seu nível de independência e a sua capacidade para interagir com outras crianças;
Audição/Linguagem | Avalia a linguagem receptiva e expressiva da criança, ou seja, a compreensão e expressão linguística;
Coordenação Olho-Mão | Permite avaliar a motricidade fina, a destreza manual e as competências visuo-perceptivas;
Realização | Avalia as capacidades visuo-espaciais, a precisão e a velocidade de realização.

ORIENTAÇÃO ESCOLAR E VOCACIONAL

O NOSSO

PROGRAMA

1ª Sessão
Entrevista pessoal e questionário inicial

Sessões Intermédias
Aplicação de testes psicológicos
(de avaliação de aptidões, interesses
profissionais e personalidade)

Última Sessão
Entrega do relatório e discussão
dos resultados obtidos com
o jovem e pais/encarregados de educação

Cada um de nós tem decisões vocacionais para tomar e problemas vocacionais para resolver, já que em várias fases da vida todos temos de lidar com decisões ou problemas deste tipo. Numa época como a nossa, em que os jovens são confrontados com um número cada vez maior de desafios, a orientação escolar e profissional assume uma importância cada vez maior, quer na preparação dos jovens face à complexidade do sistema educativo, quer nas suas articulações com o mundo do trabalho.

Chegados ao final do 9º ano ou do Ensino Secundário, os jovens são confrontados com escolhas fundamentais. Qualquer que seja o caminho que desejem/pensem seguir (ingresso no ensino superior, entrada na vida ativa, formação profissional,…), é natural que surjam dúvidas e indecisões, revelando-se de grande importância que o jovem tenha algum apoio quanto a esta processo decisivo que deverá ser ponderado e realista. Nesse sentido, o papel do orientador será o de possibilitar ao indivíduo o seu auto-conhecimento, assim como a identificação dos seus interesses e a definição do seu projeto de vida, sendo igualmente sua função esclarecer situações face à escolha do futuro do sujeito, tendo em conta o contexto histórico e as situações locais onde se dá esta escolha.

Num processo de orientação escolar e vocacional, para além de se pretender orientar e capacitar o educando no conhecimento e exploração das suas aptidões, interesses e aspirações, dá-se a conhecer a realidade sobre as oportunidades do mundo do trabalho, bem como consciencializar os alunos acerca das aptidões e habilidades necessárias requeridas para o exercício das diversas profissões, orienta-se ainda o aluno para a escolha vocacional que melhor se ajuste a cada um. Assim, atualmente, o processo de orientação profissional deixou de ser visto apenas como um auxílio na escolha de uma ocupação, passando a ser considerado como parte integrante do processo de busca da identidade pessoal de cada um.